Fabiano Morais deixa Marketing do Baraúnas por interferências politicas

September 26, 2020

O jornalista Fabiano Morais não é mais diretor de marketing do Baraúnas. Ele entregou o cargo neste sábado, 26, após emitir comunicado informando do seu desligamento. Segundo ele, interferências politicas impediram a continuação do seu trabalho no clube.

 

“Entendo que há forças políticas que vão além da diretoria e que tem atrapalhado, e muito, o clube. Fui injustiçado ao ter meu nome citado pelo presidente da Associação Florânia, mais conhecida como Toca do Leão, ao qual fez algumas acusações a outra pessoa, mas que envolveu diretamente meu nome. Sinto ser, a injustiça, uma das piores situações que o ser humano passa, principalmente quando se faz um trabalho sério e dedicado”, diz o comunicado.

 

O jornalista se refere a Armando Duarte, que é o presidente da Associação Atlética do Sitio Florânia (AASF), entidade parceria do Baraúnas. Segundo Fabiano, não existe bom relacionamento entre o presidente da Federação estadual de futebol, José Vanildo, com Armando, e também outros abnegados se afastaram do clube devido às interferências de Armando, o que é ruim para um clube que busca o soerguimento.

 

“O Baraúnas enfrenta graves problemas com a FNF, através de seu presidente, justamente por problemas passados do atual gestor, Zé Vanildo, com o citado presidente da Associação Florânia. Esse é apenas um dos problemas, fora os abnegados que se afastaram do clube, em virtude dessa situação de interferências políticas e de querer comandar todo o processo, por parte dessa pessoa, que respeito como ser humano, mas que nesse quesito não tem minha anuência na gestão de um clube de futebol, mesmo que ele diga que não ‘manda’ no Baraúnas”, diz.

 

Confira comunicado na integra:

 

“Em respeito à imensa e fiel torcida do Baraúnas venho, através deste, comunicar que a partir dessa data não sou mais Diretor de Marketing do Clube, conforme consta em ata registrada em cartório. Quero ressaltar o grande trabalho da presidente da presidente Bárbara Freitas a frente do Baraúnas, bem como os companheiros de diretoria, porém problemas internos políticos me fizeram tomar essa difícil decisão, já que tinha muitos sonhos e objetivos para o engrandecimento do clube.

 

Entendo que há forças políticas que vão além da diretoria e que tem atrapalhado, e muito, o clube. Fui injustiçado ao ter meu nome citado pelo presidente da Associação Florânia, mais conhecida como Toca do Leão, ao qual fez algumas acusações a outra pessoa, mas que envolveu diretamente meu nome. Sinto ser, a injustiça, uma das piores situações que o ser humano passa, principalmente quando se faz um trabalho sério e dedicado.

 

Acredito que tive o reconhecimento da imprensa e da torcida sobre o trabalho do departamento de marketing e comunicação do clube, apesar de não o ter feito com esse propósito. Porém, é um setor, que pela própria característica, traz visibilidade ao clube e a quem está a frente. Os produtos vendidos e que ainda estão a venda são uma pequena amostra da paixão que o tricolor tem pelo seu clube. Espero, de coração, que o Baraúnas possa ter dias melhores, porém pelos entraves que vejo hoje, dificilmente acredito.

 

O Baraúnas enfrenta graves problemas com a FNF, através de seu presidente, justamente por problemas passados do atual gestor, Zé Vanildo, com o citado presidente da Associação Florânia. Esse é apenas um dos problemas, fora os abnegados que se afastaram do clube, em virtude dessa situação de interferências políticas e de querer comandar todo o processo, por parte dessa pessoa, que respeito como ser humano, mas que nesse quesito não tem minha anuência na gestão de um clube de futebol, mesmo que ele diga que não “manda” no Baraúnas.

 

Não quero ter indisposições com ninguém, mas tenho a certeza que preciso explicar à imprensa, que sempre está ao lado do futebol de Mossoró, aos meus amigos de diretoria e, principalmente, à torcida, os reais motivos da saída, até porque numa função pública, assim como tenho na querida UERN, devemos satisfação às pessoas.

 

Os reais donos do Baraúnas são os torcedores e jamais quem quer que passe por lá. O Leão do Oeste é grande e espero que passe por mais essa fase e volte aos gramados. Obrigado a todos pela confiança nesses quatro meses de trabalho”.

 

                                                                                                                                                               

                                                                                                                                                                                                                          Foto Instagram

                          Fabiano Morais disse "que os reais donos do Baraúnas são os torcedores"

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário