ABC tenta superar pouca preparação em duelo importante

July 22, 2020

Com apenas dez dias para trabalhar a equipe que entrará em campo nesta quarta-feira, 22, contra o CSA, numa partida onde a vitória é obrigatória para definir a classificação do ABC para segunda fase da Copa do Nordeste, o treinador Francisco Diá disse que não possui a escalação do grupo titular, pois a situação depende de uma série de variáveis.

 

Apesar de todos os problemas e dúvidas, a única certeza que o comandante alvinegro tem é que seja quem for a campo, os atletas estarão imbuídos da missão de conquistar os três pontos, que além de uma sobrevida na competição, irá garantir a entrada de novos recursos no caixa. ABC x CSA será realizado no Centro Esportivo Praia do Forte, Mata de São João.

 

O goleiro Rafael acredita que o tempo de trabalho para realização de uma partida tão importante, não foi o ideal. Fato que obrigou a equipe de preparação física e a comissão técnica abecedista a realizar um trabalho forte, aproveitando da melhor forma possível o espaço que foi ofertado ao clube para realizar os treinos necessários.

 

“O pessoal da comissão técnica realizou um grande trabalho para tentar tirar o tempo perdido, afinal quatro meses sem atividade não se retomam em dez ou doze dias. Apesar das deficiências, tudo que foi feito aqui em Salvador foi visando nos dar a condição de realizar um grande trabalho na Copa do Nordeste”, afirmou o titular gol alvinegro.

 

Além do tempo considerado muito curto, o início da preparação da equipe para retomada das competições oficiais, segundo o goleiro também foi prejudicado pelas condições do campo de treinamento, uma vez que quando a delegação natalense chegou a Salvador estava chovendo muito na cidade.

 

“Os primeiros dias foram complicados, mas após o período de chuvas, conseguimos pegar um gramado melhor para dar sequência ao nosso trabalho. A gente sabe que se pudéssemos treinar em Natal a situação seria um pouco melhor, devido a questão da logística. No translado do hotel para o CT do Vitória agente perdia até uma hora o que no final das contas acaba pesando um pouco. Mas procuramos aproveitar cada momento que tivemos atrás de buscar a melhor preparação possível”, ressaltou.

 

Rafael acredita que a maior dificuldade do ABC diante dos alagoanos será mesmo a parte física, até porque o adversário possui quinze dias de preparação a mais que o grupo potiguar. Já com relação a parte técnica, o atleta acredita que o fato de a diretoria conseguir manter o grupo principal quase intacto, irá facilitar na retomada do entrosamento.

 

“A nossa direção conseguiu manter grande parte do elenco do início da temporada e, agora, esperamos superar essa questão da dificuldade física. Temos ciência de que o nosso conjunto é muito bom e que se conseguirmos emplacar o estilo de jogo que vínhamos implantando antes da paralisação, tenho certeza de que teremos condições de realizar um grande jogo frente ao CSA”, frisou Rafael.

 

FICHA TÉCNICA

 

Local – Centro Esportivo Praia do Forte, Mata de São João

Hora – 20h

Juiz – Marielson Alves Silva (BA)

 

ABC - Rafael, Pedro Costa, Vinícius Leandro, Joécio e Bruno; Felipe Manoel, Cedric, Jaílson e Berguinho; Paulo Sérgio e Danúbio. Tec. Francisco Diá.

 

CSA - Thiago Rodrigues; Caio Felipe, Alan Costa, Luciano Castán e Diego Renan; Márcio Araújo, Yago e Andrigo; Rafael Bilu, Allano e Michel Douglas. Tec. Nelsinho Baptista.

 

 

Fonte Tribuna do Norte

 

                                                                                                                                                                                               Foto Luciano Marcos

                             Rafael acredita que a maior dificuldade do ABC será a parte física

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário