Dirigente do ABC defende suspensão definitiva e que o clube seja declarado campeão

March 27, 2020

O ABC defende a suspensão definitiva do Campeonato Estadual de 2020 e que ele seja declarado campeão.  Um dos membros da comissão executiva do clube, Régis Neto, afirmou que a declaração do ABC campeão seria muito justo, caso realmente a competição seja suspensa.

 

“Não é o pensamento próprio do ABC, mas de todos os clubes. Tivemos contato com alguns como Vitória, Botafogo da Paraíba, Juventude/RS, e entre outros, e é uma posição quase comum (suspender definitivamente), pois não temos calendário, não temos perspectivas, esse vírus é uma incógnita. Então a gente defende a essa suspensão definitiva e que o ABC seja declarado campeão do Estado em 2020”, disse ele durante entrevista ao “Café Esportivo”, da 93 FM.

 

Há especulação também de o campeonato ser cancelado, com a definição das vagas para os campeonatos nacionais  de 2021 (Copa do Brasil e Série D) e regional (Copa do Nordeste) obedecer a classificação do Estadual de 2019, mas o dirigente não acredita e nem defende essa possibilidade.

 

“Não acredito no cancelamento porque seria uma injustiça, já que os clubes se prepararam e fizeram investimentos para competir,  e de uma hora para outra ser tudo cancelado, para quem fez um trabalho sério, seria uma injustiça. Então acredito muito na suspensão definitiva e o que ABC seja declarado campeão obedecendo o critério técnico”, comentou.

 

“O campeonato estava com 80% concluído quando houve a paralisação, e o ABC tinha e tem o melhor índice técnico; foi o campeão invicto do 1º turno, estava invicto e liderando o segundo. Então por questão de justiça devia ser declarado e intitulado o ABC o campeão de 2020”.

 

Sobre a situação dos jogadores, Régis Neto disse que o ABC está aguardando uma posição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (FENAPAF)  para decidir, mas admitiu que alguns contratos deverão ser rescindidos.

 

“O clube está aguardando uma posição da CBF e do Sindicato dos Atletas, mas a rescisão de alguns contratos já foi estudado junto com a comissão de futebol. Temos contratos que irão se vencer em abril e com essa indefinição, quando se quer da volta do futebol, a gente fica de mãos atadas. Há compromissos financeiros a cumprir e se não houver a receita, a coisa tende ficar pior. Estamos estudando várias medidas, já tivemos medidas duras em relação ao enxugamento na parte administrativa do clube, e vamos aguardar os acontecimentos”, finalizou.

 

Foto Luciano Marcos

ABC venceu o 1º turno após empate por 2x2 com o América, no Frasqueirão

 

           

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário