Potiguar: Treino cancelado expõe dura realidade

March 5, 2020

Devido à chuva que caiu no início da tarde desta quarta-feira, 4, o Potiguar cancelou o treino que faria no Estádio Leonardo Nogueira, ontem. O clube emitiu comunicado informando que as atividades serão retomadas em dois expedientes nesta quinta-feira.

 

No entanto, o cancelamento da atividade advém das normas estabelecidas pela gestão do Nogueirão. Em caso de chuva, independente de sua intensidade, a decisão é para não liberar o campo a fim de preservar o gramado. A chuva de ontem à tarde não foi em abundância e durou menos de meia hora.

 

Pela programação, o alvirrubro tem atividade prevista para manhã desta quinta-feira, no Nogueirão, mas se chover, novamente será suspensa.

 

Segundo informações dentro do clube, já teve ocasião, neste ano, que um treino foi paralisado. A chuva apareceu durante a atividade, que precisou ser cancelada por ordem da administração do campo.

 

A decisão da Liga Desportiva Mossoroense (LDM), entidade que cuida do Nogueirão, constrange a comissão técnica do Potiguar que pretendia realizar o treino na tarde desta quarta-feira, mas por outro lado expõe um grave problema que o clube enfrenta há décadas: a falta de campo próprio.

 

VIVENDO DE FAVORES

 

Sem local para treinar, o Potiguar vive de favores. Há anos, vem sendo assim. Durante a pré-temporada, precisa sair da cidade para realizar os treinamentos e, durante o campeonato, praticamente se “humilha” a LDM para utilizar o Nogueirão.

 

Mais que isso, a ausência de um CT atrapalha a programação de atividades e gera desconforto à comissão técnica, como aconteceu agora. Há ocasião em que os treinos acontecem em campo de dimensão menor, o que prejudica a preparação tática.

 

Os últimos treinadores que passaram pelo clube sempre reclamaram da situação precária, embora não tivessem exposto o problema de público.

 

JÁ TEVE CAMPO

 

No início da década de 80, o Potiguar já teve o seu campo. O local era onde hoje está localizado o conjunto Wilson Rosado, à margem direita da BR 304, no sentido Mossoró/Tibau. Na época, junto com América e Alecrim, eram os únicos do futebol estadual que detinham campo de treinamento.

 

Poucos anos depois, o imóvel foi desfeito em negócio ainda hoje pouco esclarecido.

 

DEU ERRADO

 

Em 2014, o Potiguar chegou a inaugurar um campo, no bairro Alto de Sumaré, zona leste da cidade. O terreno doado pelo ex-presidente do clube, Jorge do Rosário, e erguido por um grupo de abnegados, não vingou. Foi mal planejado, porque a região alta exigia um investimento considerável à perfuração de um poço para vazão de água doce, bem fora da realidade financeira do clube.

 

Comenta-se a intenção da diretoria em vender ou permutar o terreno onde está localizado a ACDP para obtenção de um campo de treinamento. Volta e meia, o assunto é tema de reunião entre os dirigentes, mas sem uma solução definitiva.

 

A estrutura física da ACDP está degradada, mas por estar encravada no centro da cidade, possui uma área bem valorizada comercialmente.

 

Foto Yhan Victor 

Treino foi adiado para hoje de manhã, mas se chover, novamente será suspenso

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário