Novo goleiro diz que calendário foi determinante por sua vinda ao Potiguar

O goleiro Wesley Aranha chegou ao Potiguar com a parte física em dia. Contratado como reforço do alvirrubro, o atleta estava defendendo o Operário no Campeonato Estadual de Matogrosso do Sul. “Fiz uma pré-temporada longa, atuei alguns jogos, estou com ritmo de jogo. Eu vim mais para ajudar, agregar ao elenco”, disse o goleiro de 24 anos.

Depois do Estadual, o Potiguar terá na sequência a Série D do Campeonato Brasileiro. O calendário de jogos foi determinante para o arqueiro ter aceitado o convite da diretoria mossoroense.

“O calendário de jogos, a competição nacional, já que neste ano o Operário não está (na Série D), esteve ano passado, também buscar abrir o mercado, isso fez que eu aceitasse o convite do Potiguar. Pretendo ficar aqui até o fim do ano”, admitiu o atleta.

“O meu projeto é chegar nas cabeças, querendo o título do Estadual, e fazer uma boa campanha na Série D, quem sabe buscar o acesso à Série C”.

O goleiro sabe que não será fácil ocupar o posto de titular na equipe para a sequência do Campeonato Estadual, porque o Potiguar, ao longo dos jogos até aqui, mostrou que está bem servido de goleiros. Tanto Wadson quanto Fabinho têm a confiança da comissão técnica.

“Os dois (Wadson e Fabinho) são excelentes goleiros, me deram boas vindas, e o Potiguar tem mesmo é que fortalecer o grupo, não só na posição de goleiro, mas também nas outras posições, para superar os desafios que têm pela frente”, disse

Wesley é natural de Fortaleza (CE), mas fez a carreira profissional basicamente no futebol paulista e catarinense. O apelido Aranha, ele adquiriu quando estava defendendo o Figueirense/SC, bem no início da carreira.

Foto Yhan Victor

Wesley Aranha veio também pensando na Série D