Baraúnas: Posse de Jerônimo depende de apresentação e aprovação de balanço financeiro

February 20, 2020

O grupo de apoio ao Baraúnas teve uma reunião na noite desta terça-feira (18) para esclarecer alguns fatos que vieram à tona e que permitiram certo desentendimento dentro do clube. Ficou definido e esclarecido que a posse de José Jerônimo à presidência do clube depende da apresentação e aprovação do balanço financeiro de 2019 referente às movimentações do grupo de apoio, do qual ele era tesoureiro na temporada passada.

 

Vale lembrar que esse grupo foi criado justamente para erguer o tricolor após período turbulento marcado pelo rebaixamento à segunda divisão do Campeonato Estadual, altos débitos trabalhistas e intervenção judicial.

 

Um dos integrantes do grupo e também membro da Comissão Eleitoral, Armando Duarte, disse que o apanhado financeiro, solicitado pelo Conselho Fiscal, é absolutamente normal dentro de uma gestão de futebol e acredita que isso não será problema para José Jerônimo tomar posse e gerir o clube com os seus pares.

 

“Reunião boa, tranquila, dentro dos conformes. Ele (Jerônimo) não teve tempo para fazer o apanhado que precisa ser feito e apresentado, o que deve acontecer em breve”, disse.

 

CONFLITOS

 

Nas eleições do clube realizadas no dia 3 de janeiro, Jerônimo foi aclamado presidente juntamente com a vice, Barbara Freitas. De lá para cá, ambos vêm trabalhando em prol do clube, mas sem ter tomado posse, o que segundo Armando, depende da apresentação do balancete financeiro.

 

Antes desse encontro, em mensagem de áudio vazada em grupos de WhatsApp ligados ao Baraúnas, José Jerônimo deixou a entender está havendo conflitos de ideias dentro do clube e acusou está sendo vitima de um “golpe” para não assumir oficialmente a presidência do time.

 

No contato com a reportagem do DE FATO, José Jerônimo evitou novamente se estender no assunto; afirmou apenas que vai fazer o levantamento para ser entregue na próxima semana, após o carnaval, sem problema algum.

 

Indagado se sente confortável diante do cenário para seguir como presidente mesmo que seja empossado, Jerônimo disse que prefere esperar pelos acontecimentos antes de tomar uma posição definitiva.

 

DESISTÊNCIA

 

Se Jerônimo renunciar à presidência, bem como Barbara à vice, Armando Duarte informou que há nomes para substituí-los, sem a necessidade de se fazer novas eleições. “Na ficha de eleição, em havendo desistência ou qualquer outra situação de impedimento, há dois nomes sugeridos pelo grupo de apoio para assumir a presidência. Todos têm conhecimento disso”, revelou.

 

                                                                                                                                                                                                         Divulgação CMM

                                           Armando Duarte disse que o Conselho Fiscal pediu prestação de contas 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário