Desfalcado, Potiguar encara Palmeira na estreia de técnico

Com time desconfigurado em relação aos últimos jogos, o Potiguar enfrenta o Palmeira nesta quarta-feira (22), às 20h, no estádio Nogueirão, em busca da reabilitação no Campeonato Estadual. O alvirrubro vem de derrota para o Força e Luz por 2x0 e saiu vaiado de campo pela torcida no domingo (19). Já o “Verdão do Agreste” ainda persegue sua primeira vitória na competição.

O jogo marca a estreia do treinador João Menezes, “Barata”, à frente do comando superior técnico do Potiguar e, quis o destino que o seu primeiro jogo fosse logo de cara contra o ex-clube. Barata começou o campeonato dirigindo o alviverde e os maus resultados resultaram em sua queda no time do Agreste potiguar.

A equipe mossoroense tem a chance de se recuperar no Estadual, mas primeiro terá de superar a si próprio, isso por conta das muitas ausências para a partida de logo mais à noite.

Além do volante Léo Henrique e do centroavante Val Paraíba, suspensos, e também do atacante Mayquinho, lesionado, a equipe ainda perdeu o lateral-esquerdo Jefferson Siqueira e o meia Denilson, que eram titulares, mas foram dispensados na manhã desta terça-feira pela diretoria, junto com o meia Marcelo Cabral – este último vinha sendo opção no banco.

Diante dos muitos desfalques e ainda assim com um elenco resumido, com poucas opções, João Menezes junta os “cacos” e faz o que pode para formar os 11 iniciais. Se for regularizado em tempo, o volante Judson, emprestado pelo América-RN, vai para o jogo.

FICHA TÉCNICA

Local – Nogueirão

Horário – 20h

Juiz – Alciney Santos

Assistentes – João Luiz e Eberli Martins

POTIGUAR - Wadson, Rossales, Klysmman, Alexandre e Rodrigo Ramalho; Wallace Ferreira, Hudson (Judson) e Marielson; Mikael, Danzinho e Raul Palominha (Cleber). Tec. João Menezes

PALMEIRA - Evandrizio, Popila, Paulo Roberto, Vinicius Paulista e Hugo; Michel Schmöller, Breno (Luiz Henrique), João Maria e Allan Patrick; André e Fabio Faquinha. Tec. Hugo Chacon.

Foto Yhan Victor

Jogo marca estreia de João Menezes à frente do Potiguar

.