Eleição no Baraúnas: candidatura de João Dehon esbarra em empecilhos

December 25, 2019

Apesar do desejo de voltar à presidência do Baraúnas, o engenheiro João Dehon da Rocha não pode se candidatar às eleições do clube. Segundo a comissão eleitoral, formada para organizar e coordenar o pleito, há impedimentos para o ex-presidente registrar a sua chapa.

 

O primeiro deles é que, João Dehon não faz parte do atual quadro de sócios do clube. Pelo regimento interno do clube, só pode concorrer às eleições o sócio adimplente e que também esteja associado a 30 dias da realização do evento 

 

O outro empecilho diz respeito à omissão na prestação de contas quando da última passagem de Dehon enquanto presidente do tricolor, isso há 12 anos. Pelo estatuto, ex-presidente que não apresentou balanço financeiro em sua gestão, também não pode concorrer ao pleito. 

 

“João Dehon é uma pessoa com a qual tenho amizade e apreço, não vou comentar se ele tem ou não o direito de se candidatar, vou deixar para comissão eleitoral informar sobre isso, mas o estatuto é bem claro. Lembrando que o estatuto foi reformado na gestão dele”, disse ao Blog o atual presidente do tricolor, Damásio Medeiros, deixando nas entrelinhas tais impedimentos.

 

No início da semana, em entrevista ao radialista Jota Nobre, João Dehon afirmou o desejo de voltar a presidir o Leão mossoroense. Na sua gestão, o Baraúnas saiu da “fila de espera”, conquistando o título do Campeonato Estadual em 2006, além de duas conquistas da Copa RN (2004 e 2007) e uma participação destacada na Copa do Brasil de 2005. No entanto, sua candidatura tende a ser inviável.

 

Nos próximos dias, a comissão eleitoral informará a data da eleição. Tal comissão foi formada e convocada recentemente em edital publicado em versão online. Damásio Medeiros ressaltou que o atual grupo que gere o Baraúnas terá candidato próprio.

 

“Esse grupo tem sim o seu candidato, que será definido no momento oportuno. Tem bons nomes, é o caso de Marcos Maia, Barbara Freitas, Wilson Júnior e o próprio Diego Rebouças, atual vice-presidente, que pode ser candidato. Todos eles e mais alguns outros têm trabalho e competência para assumir o clube, e contam com total apoio desse grupo. Vamos aguardar”, informou.

 

A proibição ao nome de João Dehon para concorrer à eleição, Damásio Medeiros lamenta, porque o seu sonho é um dia ver o Baraúnas tendo uma eleição concorrida, o que seria inédito na vida do clube. 

 

“Isso é um sonho de minha parte que o Baraúnas possa um dia ter vários candidatos concorrendo à presidência, ainda vou ver o clube um dia ter o registro de mais de uma chapa nas eleições, porque isso é salutar para o clube, para as suas pretensões, sua grandeza”, comentou.

 

RETORNO AOS GRAMADOS

 

O Baraúnas caiu para a segunda divisão no ano passado e de lá para cá, o clube passou por intervenção judicial, reorganizou-se, pagou boa parte das ações trabalhistas e agora vive a expectativa de voltar aos gramados em 2020.

 

“O dia da volta do Baraúnas aos gramados está muito próximo. A atual gestão trabalha dia e a noite de forma incansável em um só pensamento, que é fazer o time voltar aos gramados. Posso dizer que o Baraúnas está bem melhor do que quando eu encontrei. Vamos dizer que a casa está bastante arrumada, não digo 100%, porque a perfeição é muito difícil, mas 90%. O clube está no caminho certo e digo que retorno do ‘mais querido’ aos gramados está próximo”, encerrou Damásio.

 

                                                                                                                                                                                                                                                                   Foto F9

      Damásio Medeiros, atual presidente, disse que o grupo que gere o Baraúnas terá candidato nas eleições

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário