Novo técnico do Potiguar gosta de propor o jogo

November 3, 2019

O novo técnico do Potiguar, Luciano Quadros, afirmou que é adepto do jogo de proposição, com posse de bola, atacando, mas também com equilíbrio defensivo. “A minha ideia de jogo é propor, o meu pensamento é fazer um time que goste de jogar, que tenha a bola. Sem a bola, uma equipe aguerrida, que pressione o tempo inteiro; formo times fisicamente fortes para jogar da maneira que eu goste, que é com intensidade, dinâmica e movimentações bastante variadas. Uma equipe que proponha o jogo, mas tenha também o equilíbrio de quando não tiver a bola, que seja muito aguerrida e competitiva”, disse ele no Podcast publicado pela assessoria de imprensa do clube.

 

Tal modelo de jogo é desafiador visto que o Potiguar formará uma nova equipe e terá praticamente um mês de preparação, mas mesmo assim o treinador gaúcho não abre mão da sua filosofia de trabalho. E está confiante diante do que ouviu da diretoria.

 

“Não é fácil fazer isso em pouco tempo, juntando jogadores de vários lugares, que não se conhecem. Mas não vejo futebol de outra forma, então eu assumo o risco de fazer o time que jogue, gostem de jogar, porque é dessa forma que eu acredito, jogando bem, com proposta bem definida, é mais fácil se aproximar das vitórias. Pretendo fazer isso também com o Potiguar e chegar no ponto mais alto da competição. Eu vejo muitas possibilidades dentro daquilo que a diretoria e os torcedores querem, com a estrutura que vamos ter, com as condições que vão nos dar, eu acredito muito que possamos ter sucesso”, comentou.

 

Indagado sobre a tabela de jogos, a forma de disputa do Campeonato Estadual, Luciano Quadros revelou que não se apega com isso, mas sim com o trabalho que será realizado.

 

“Não me apego a tabela não, eu acredito em formar equipes, trabalhar dentro da proposta de jogo para jogar de igual para igual, independente do local, do adversário, das circunstâncias. Então independente do que vier, a mentalidade é para se ter uma equipe competitiva e bem organizada”, disse.

 

O treinador é gaúcho, mas as suas atuações foram pelo futebol carioca e paulista. Recentemente, conquistou a Copa Rio pelo Bonsucesso. A proposito, ele falou sobre sua passagem pelo “Cesso”.  

 

“Não tenho como negar que a minha passagem foi muita proveitosa e produtiva pelo Bonsucesso. Montamos uma equipe praticamente em um mês de trabalho, mesmo assim conseguimos ser a sensação da Série B1, com bastantes jogos invictos, chegando a final do 1º turno, mas perdemos o titulo para o América, Na sequencia, veio a Copa Rio, onde participam equipes também da Serie A como Boavista, Portuguesa e Bangu; tivemos o êxito de sermos campeões com valor financeiro abaixo das outras, colocamos assim o Bonsucesso no cenário nacional do ano que vem, onde participará da Copa do Brasil. Também participamos da fase final, aonde dava o acesso, mas infelizmente perdemos novamente para o América. Mesmo assim, conseguimos realizar um bom trabalho no geral”

 

Foto Divulgação

 Luciano Quadros é adepto do futebol ofensivo, mas com equilíbrio

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário