Entre as zebras que vieram dos pênaltis, CBF destaca o Baraúnas de 2005 na Copa do Brasil

February 20, 2019

A Segunda Fase da Copa do Brasil 2019 começa nesta terça-feira e uma mudança nas decisões desse período do torneio pode fazer toda a diferença. A partir desse momento, os embates podem ir às penalidades máximas! Diferente do início da disputa, que contava com a vantagem do empate para quem jogava fora de casa, agora, a igualdade no placar leva a briga para dentro da área. A regra que define os classificados para a fase seguinte já deu o que falar em outras edições da competição e os resultados podem surpreender. Confira as maiores zebras que vieram da marca dos pênaltis na Copa do Brasil:

 

Baraúnas-RN x América-MG (2005)

 

No jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil de 2005, Baraúnas visitou o América-MG  em busca da classificação e como havia vencido a primeira partida por 2 a 1, a vaga para a segunda fase foi decidida nos pênaltis. Com a vitória da equipe do Rio Grande do Norte, por 4 a 2, no Independência, em Belo Horizonte (MG), o clube de Mossoró eliminou os donos da casa para a revolta dos torcedores mineiros. Na época, o goleiro do Baraúnas, Isaías declarou:

“Quando for enfrentar um time pequeno tem que ter humildade, batalhar também porque a equipe pequena também batalha e corre atrás do seu objetivo”, disse o jogador, atualmente comentarista esportivo

 

15 de Novembro-RS x Grêmio (2006)

 

Em 2006, nos pênaltis, o Grêmio foi eliminado pelo 15 de Novembro. Mesmo com a vitória de 1 a 0, no tempo normal, o Tetracampeão da Copa do Brasil, na época, saiu ainda na Segunda Fase da competição e ficou fora de fora da sequência do torneio. No Estádio Olímpico, o clube gaúcho começou o jogo de volta com desvantagem por ter perdido a primeira partida, em Campo Bom, também por 1 a 0. A decisão foi para os pênaltis e na série de cobranças o time de Campo Bom ganhou por 6 a 5.

 

Corinthians-AL x Atlhetico-PR (2008)

 

O Corinthians Alagoano surpreendeu o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba, e venceu por 4 a 3, nos pênaltis, depois de sustentar um empate por 1 a 1, no tempo normal, mesmo placar do jogo de ida, em Maceió. O Furacão atacou até o final, mas não finalizou e a decisão foi para os pênaltis. O resultado garantiu a vaga do Timão da Via Expressa para a fase seguinte da Copa do Brasil de 2008.  

 

Americano-RJ x Botafogo (2009)

 

No Engenhão (atual Estádio Nilton Santos), o Botafogo correu atrás do placar e conseguiu devolver os mesmos 2 a 1 da ida sobre o Americano, mas o resultado não foi suficiente para garantir a classificação imediata. Na disputa de pênaltis, Maicosuel - que marcou o gol da vitória - foi o único a desperdiçar um chute, logo na primeira cobrança. Por fim, 5 a 4 para o Americano, que garantiu o triunfo e a classificação à terceira fase da Copa do Brasil 2009.

Atlético-GO x Palmeiras (2010)

 

Após duas partidas terminadas em 1 a 0 - tanto na ida no Palestra Itália, quanto na volta no Serra Dourada -, a briga pela semifinal da Copa do Brasil foi aos pênaltis. Na hora das cobranças, destaque para as atuações dos goleiros Márcio e Marcos. De dez pênaltis cobrados, apenas dois foram convertidos: Márcio e Elias marcaram e garantiram o avanço do Dragão, enquanto Ewerthon balançou a rede para os paulistas.

 

Ferroviário-CE x Sport (2018)

 

Tudo parecia encaminhado para a classificação do Sport quando o placar marcava 3 a 0 na Ilha do Retiro, já aos 30 minutos do segundo tempo. Todavia, a reviravolta começou quando o Ferroviário alcançou o empate - com dois de Mazinho e um de Valdeci, já aos 41 minutos - e levou a briga aos pênaltis. Nas cobranças, triunfo do Tubarão, que fez 4 a 3 e assegurou o avanço à terceira fase da Copa do Brasil pela primeira vez em sua história.

 

Com as informações da CBF

 

Foto Marcio Menezes - Lancepress

Baraúnas fez história na Copa do Brasil de 2005, eliminando potencias como o Vasco, dentro de São Januário, sem precisar de pênaltis

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário