Em nota, ANAF chama TJD potiguar de 'torcedores'

February 5, 2019

Através de nota, as entidades que representam os árbitros de futebol repudiaram a decisão tomada pela 3ª comissão disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte (TJD/RN), que absolveu o goleiro Gledson, então do América, após ele ter sido expulso no duelo com o Potiguar. Hoje, Gledson defende o Avaí.

 

No julgamento, os auditores potiguares inocentaram o goleiro por entenderem que ele não merecia ter sido expulso. “Após análise dos fatos, dos argumentos, e das provas nos autos, mais especificamente o vídeo e fotos do lance....uma vez que não houve toque de mão de fora da área”, diz parte do trecho da absolvição.

 

Essa decisão foi o suficiente para o Sindicato dos Árbitros do Rio Grande do Norte (SINDAFERN) e  Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) reagirem, emitindo nota de repudio e também de solidariedade ao juiz da partida, Zandick Gondim Alves Junior.

 

Confira alguns trechos da manifestação:

 

NOTA DA SINDAFERN

 

“Fatos dessa natureza colocam em xeque, desnecessariamente e desproporcionalmente a arbitragem potiguar. Arbitragem séria e comprometida com a honestidade”

 

“O SINDAFERN se solidariza com o árbitro da partida, o senhor Zandick Gondim Alves Junior, o qual figura como um dos melhores árbitros do quadro da FNF”

 

“Informamos que estamos atentos e com o nosso corpo jurídico à postos para defender, caso seja necessário, os interesses legítimos da arbitragem potiguar”

 

NOTA DA ANAF

 

“O futebol brasileiro ainda sangra após a goleada de 7 a 1, protagonizada pelos alemães sobre o Brasil durante a Copa do Mundo de 2014. Mas o problema, à época ocorrido dentro de campo, infelizmente evidencia que de lá pra cá nada mudou fora dele, vide a decisão absurda que o Tribunal de Justiça Desportiva do rio Grande do Norte tomou essa semana”

 

“Se fosse em qualquer outro lugar do mundo que o Tribunal de Justiça Desportiva não tivesse ‘torcedores’ ao invés de ‘julgadores imparciais’, o goleiro teria sido punido e o árbitro aplaudido. Porém no Rio Grande do Norte o que ocorre é uma das cenas mais absurdas que já se viu no futebol após o 7 a 1”

 

“A decisão do Tribunal potiguar além de inadequada e totalmente errada, é também uma mancha para o futebol norteriograndense que ao invés de brigar pelo certo, opta, como neste caso, em querer desconstruir a imagem do arbitro em beneficio de um erro bizarro do atleta”.

 

PROVIDENCIAS AO STJD

 

Além da absolvição, o próprio TJD havia concedido efeito suspensivo ao América para ter o goleiro Gledson em campo no clássico com o ABC, sem o jogador cumprir a suspensão automática. Essa postura também gerou reação de vários outros clubes. Na semana passada, eles entraram com uma petição pedindo providencias ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD/RN) sobre o ocorrido.

 

A matéria está sob análise da Procuradoria do STJD se oferece para julgamento em denúncia contra o América ou contra o TJD ou até mesmo se arquiva o processo.

 

Foto: Canindé Pereira

 Goleiro Gledson defendia o América no começo do Campeonato Estadual antes de se transferir para o Avaí 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário