Gol sofrido por erro na saída de bola alerta Emanoel Sacramento sobre falta de campo

January 2, 2019

No futebol, diz que amistoso ou jogo-treino serve para entrosar e dar ritmo de jogo ao time, e o placar da partida é o que menos importa.  Essa observação usual, encaixa-se muito bem no Potiguar que, nesta quarta-feira, 2, perdeu de virada para o amador de Areia Branca por 2x1, dando sequência em sua preparação para o Campeonato Estadual.

 

Mais do que isso, o revés emitiu uma mensagem ao alvirrubro mossoroense. O gol de empate do time areia-branquense surgiu de uma saída de bola errada, o que fez o treinador Emanoel Sacramento observar a necessidade de o time ter um local adequado de trabalho para justamente corrigir as falhas na sequencia da preparação e durante o campeonato.

 

“Precisamos de campo para trabalhar e aprimorar a saída de bola, porque foi através de uma saída equivocada que levamos o gol de empate”, verificou Sacramento, que tem treinado pouco a equipe em campo de dimensão oficial por falta de opção.

 

Durante esta pré-temporada, a maioria dos treinos tem sido realizado em minicampo, visto que os campos de dimensão oficial em Mossoró, o Estádio Nogueirão e o campo da Ufersa, não estão disponíveis de momento. Outra alternativa seria o CT do próprio Potiguar, mas o espaço de treinamento do time não funciona desde 2017 por falta de água.

 

E o treinamento em campo menor tira o sossego da comissão técnica alvirrubra, pois é algo totalmente desapropriado para quem busca ajustar as linhas táticas e aprimorar a parte técnica.

 

De resto, Sacramento gostou do jogo-treino desta quarta em Areia Branca, pois ele pôde apurar a parte física da equipe.

 

“Foi proveitoso observando a parte física, porque o time fez de manhã um trabalho de força e potência muscular e veio para esse jogo treino, o qual conseguiu aproximar o desgaste como se fosse de um jogo valendo. Então dentro desta linha de trabalho que estamos tentando implementar até o início da competição, pensando em todo o campeonato, foi positivo esse teste”, comentou o técnico, que já imaginava queda de rendimento em relação ao amistoso de domingo, 30, quando o Potiguar derrotou o Ferroviário/CE por 2x1, fora de casa.

 

“O (jogo) de domingo foi um jogo propriamente dito, e o de hoje foi um treinamento. Lembrando mais uma vez que o time treinou na parte da manhã umas duas horas de forma intensa e não teve descanso, por isso sabíamos que a nossa equipe não teria o mesmo desempenho que teve diante do Ferroviário”.

 

                                              

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário