‘É complicado jogar quatro meses e parar oito’, diz Érico

December 21, 2018

Ídolo da torcida do Baraúnas e com um cartel de respeito, o goleiro Érico segue sem clube. O atleta de 39 anos recebeu algumas propostas, mas elas esbarraram na questão financeira. Natural de Mossoró, o arqueiro tem conquistas estaduais pelo Baraúnas e ABC e também na Paraíba, Bahia e Pará.

 

No contato com o Blog, o atleta falou dos planos de seguir jogando, das dificuldades de lidar com o futebol sazonal da região e do desejo de colocar o Mossoró Esporte Clube na elite do futebol estadual. Confira:

 

ALGUNS CLUBES te procuraram, mas não houve acerto. O que aconteceu?

 

Com o Serrano/PB, não deram certo as bases salariais. Eles acharam muito sobre o que eu havia pedido (salário). O outro clube (Olímpico/SE), cuja ligação foi feita através de Fabinho (Cambalhota), aconteceu da mesma forma. Falei que as condições precisam ser boas para eu sair, até porque não posso abandonar o dinheiro que eu ganho aqui em Mossoró.

 

COM 39 ANOS, você pretende seguir a carreira independente de aparecer um clube ou pensa na aposentadoria?

 

Tenho saúde, meu corpo está obedecendo, e ainda me vejo atuando em alto nível. Sou um cara que me cuido muito, independente de aparecer um clube, vou continuar me cuidando.

 

QUAL A DIFICULDADE para se manter em atividade no futebol da região?

 

A dificuldade que vejo é a falta de sequência, por exemplo, pela idade que eu tenho, se estivesse em um clube com atividade o ano todo, não haveria problema jogar um, dois, três anos...

 

ENTÃO, você entra na questão da sazonalidade, realmente isso é terrível para o atleta...

 

Isso mesmo. O problema é jogar três ou quatro meses, depois não saber se jogará o restante da temporada, aí vem a questão da idade, uns acham que não há como render o necessário, outros acham que não dá mais. Por isso, vejo que o maior adversário do atleta que joga em clube pequeno ou de médio porte é justamente a falta de sequência. É complicado treinar e jogar por quatro meses e parar oito. Se não tiver força de vontade, para seguir treinando mesmo sem clube, fica para trás.

 

MESMO assim, qual o seu plano para 2019?

 

A Bíblia fala que o coração do homem faz planos, mas quem decide é Deus. Então, vamos aguardar. Ainda tenho uns objetivos a serem alcançados pelo Mossoró EC, mas isso dependerá da diretoria se contará comigo no próximo ano.

 

Foto: divulgação

Érico tem conquistas estaduais pelo Baraúnas e ABC e também na Paraíba, Bahia e Pará

 

.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário