Coluna De Letra, do Jornal de Fato, edição desta terça, 22

May 22, 2018

A tarefa era complicada para o Assu

 

 

O Assu caiu cedo na Série D do Brasileiro. Vai para o último jogo da fase de grupos apenas para cumprimento de tabela, enfrentando o líder e já classificado Moto Club, no próximo domingo, 27, em São Luís (MA). O que deu errado? Com um grupo muito jovem e de investimento modesto, a jornada do time assuense era complicada. Ainda assim, se for observar do goleiro ao ponta-esquerda, a equipe foi bem renovada, o que pesa para o entrosamento em curto espaço de tempo. A Série D é difícil, dura de jogar, com viagens longas, por isso requer um time certinho, planejado e organizado. Aqui no Rio Grande do Norte, Baraúnas e Alecrim já venceram a batalha, ganhando o acesso à Série C, com times bem armados, dosando juventude com experiência, e a diretoria permitindo o suporte necessário. Por exemplo, a base do tricolor que subiu em 2012 para a Série C formou com Érico, Rafinha, Nildo, Índio e Nininho; Sorato, Richardson, Rafael Matos e Paulinho Mossoró; Alvinho e Gilmar Couto. O elenco ainda tinha Jonathan, Romeu, Alexandre em boa fase emprestado pelo ABC, Adalgiso Pitbull e Fabinho Cambalhota, que, durante as disputas, se transferiu para o Boa Esporte para atuar na Série B. Considerando os atletas e seu histórico, percebe-se o nível do time do Leão, um “regionalzinho”, porém qualificado.

 

 

FRASE

 

“Vou deixar bem claro. O que escutei do meu empresário (Paulo Pitombeira) até ontem (sábado) é que existe a possibilidade de chegar uma proposta. Então, é um monte de mentira. Peço para o torcedor corintiano que acredite no que eu falo. Não tem nada. Grande parte da imprensa mente demais.”

 

Fábio Carille, técnico do Corintians

 

 

 

Vitória importante da Águia

 

Precisa-se reconhecer a vitória do Globo, porque o time de Ceará-Mirim superou o Atlético Acreano, até então líder do seu grupo na Série C. O representante do Acre vem fazendo bom campeonato. Então, vencê-lo não seria tarefa, como realmente não foi. Com o resultado, a Águia se anima para se afastar um pouco mais da zona do rebaixamento. Sobreviver na competição é o seu principal objetivo.

 

Santa x ABC: vale vaga

 

Santa Cruz/PE e ABC, que jogaram no sábado pela Série C, voltam a campo hoje pela Copa do Nordeste, fazendo dois jogos em quatro dias, sem tempo para treinar e colocar em prática o que está de errado. Não deveria ser, mas o calendário brasileiro é assim mesmo e pronto. Nada a fazer, senão cumpri-lo. Quanto ao jogo, o time potiguar tem a vantagem do empate para avançar às semifinais, benefício conquistado por ter vencido o primeiro jogo por 1x0. Ao Santa, só resta vencer. O duelo começa às 19h, no Arruda.

 

Troca de técnico no Ceará

 

O mau começo do Ceará no Brasileiro vitimou Marcelo Chamusca, que foi demitido após a derrota para o Vitória. Seu sucessor será Jorginho, que estava sem clube desde julho de 2017, quando deixou o comando técnico do Bahia. Além do tricolor baiano, Jorginho treinou Vasco, Al-Wasl-EUA, Ponte Preta, Flamengo, Kashima Antlers-JAP, Figueirense e Goiás.

 

Série B

 

A 7ª rodada da Série B abre hoje com dois jogos: às 19h15 CSA x Figueirense e às 21h Fortaleza x Criciúma. Os nordestinos vão bem e buscam se manter nas primeiras colocações. O Criciúma ainda persegue a 1ª vitória, e o Figueirense tenta se redimir da derrota em casa para o Fortaleza na última rodada.

 

 

.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário