Coluna de Letra do Jornal de Fato, edição de sexta, 4

May 3, 2018

Tem problemas, mas pode evoluir

 

Não se pode afirmar que o América/RN tem um time ruim. Não dá para fazer projeção, até porque a Série D do Brasileiro viverá apenas a terceira rodada neste final de semana. A equipe tem os seus problemas técnicos, provocados muito em função da mudança frequente de peças e também de treinador, mas poderá evoluir no decorrer dos jogos e ganhar confiança, chegando na fase decisiva do mata-mata, com diz na gíria futebolística, na ponta dos cascos. Então, o comedimento nessa hora, para evitar queimar a língua lá na frente, faz-se necessário, deixando a emoção, o coração, só para o torcedor.

 

 

FRASE

 

“Se o jogador não confiar nele mesmo, quem vai confiar? Você (perguntando ao repórter)? Eu confio em mim, tenho personalidade forte. Na minha posição eu sou f... e pronto.”  

 

Juninho, novo atacante do Ceará, durante apresentação ao alvinegro de Porangabuçu.

 

 

 

Perdeu mais um

 

A falta de estrutura do Potiguar fez o clube perder mais um jogador: Vandeirton. Atacante promissor, transferiu-se recentemente para o ABC. Natural de Governador Dix-sept Rosado, o atleta, de 17 anos, entrou em alguns jogos do Estadual deste ano e foi orientado para mudar de ares devido à falta de planejamento técnico do clube mossoroense.

 

Voo cruzeirense com Sassá

 

O Cruzeiro começou mal a Libertadores, mas depois que Mano Menezes estruturou o time promovendo mudanças no ataque, a equipe reagiu de uma forma avassaladora, aplicando sova sobre adversários, como Universidad de Chile e Vasco seguidamente. E esse momento coincide a partir da entrada de Sassá no ataque. Ele trouxe força ao ataque azul.

 

Exemplar

 

Mas, no meio de semana, entre os brasileiros na Libertadores, quem nos chamou a atenção foi o Grêmio, um time compensado nos três setores e que vem jogando certinho. Defende, tem passe, dinâmica de jogo e não se desorganiza. Um futebol exemplar. Sua classificação com sobras não é à toa.

 

Álbum da Copa, uma febre

 

Por esta época, vésperas de Copa do Mundo, colecionar figurinhas é uma febre. Passando na Banca do Ademar, Centro de Mossoró, logo se percebe o movimento de colecionadores comprando e trocando cromos. E nada que atrapalhe, evite esse momento prazeroso, mesmo nos tempos da era digital.

 

Aliás

 

Entre os colecionadores, a era digital não atrapalha. Na verdade, só contribui, facilitando a comunicação entre eles, reduzindo a distância.  

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017  - Todos os direitos reservados a Marcos Santos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Espaço publicitário